sábado, 8 de março de 2014

Vigiai e orai

"Vigiai e orai". Essa máxima do nosso glorioso Mestre resume bem a vida de um ser humano que deseja se manter distante do submundo das drogas.

Interessante como a estrutura da frase carrega por sí só a essência desse ensinamento. Não é à toa que a ação de vigiar vem antes da ação de orar. É imprescindível que fiquemos vigilantes a tudo que nos rodeia, a fim de que, identificando o que nos oferece perigo, possamos entrar em contato com o Poder Superior, rogando pelo Seu auxílio.

Vale ressaltar também que muitas vezes nossas visões são enuviadas pelas propostas tentadoras do mundo.

Eu, por exemplo, me pego constantemente perdido por
entre essas nuvens de prazer instantâneo que bombardeiam meu cérebro a cada hora do dia. Daí, julgo necessário aquele velho exercício de aprender a ouvir e aceitar o que o próximo têm a me oferecer como ajuda. Exercício esse tão difícil para mim, que carrego em minhas costas o peso tamanho do orgulho e do egocentrismo.

Uma vez uma pessoa me perguntou sobre meu despertar espiritual e se eu considerava que já havia tido um contato com Deus. Na época, eu não soube responder, mas se fosse hoje, eu diria que tenho esse contato diariamente através de um bom diálogo, da palavra amiga, do gesto edificante, do alerta sobre os riscos que por ventura eu esteja correndo, dos meus declínios de comportamento, entre outras coisas, que meus próximos vêm me trazer para que eu possa seguir nesse processo de evolução constante.

É Deus quem age nessas pessoas, só que muitas vezes eu espero que Ele desça em plumas de mil megatons, como diz aquela famosa canção, e assim acabo fechando os olhos e os ouvidos para todas as respostas para os meus questionamentos.

Mas taí, ninguém nunca disse que seria fácil...

Eu continuo aqui, com fome de tudo, mas lutando pra não sair da dieta. 

Só por Hoje!

Segue abaixo o link de uma música que resume bem o que eu quero dizer e, citando mais uma vez o grande Mestre, "Quem tem ouvidos para ouvir, ouça."


4 comentários:

  1. Bom dia e um bom domigo

    Escute a nossa Radio e de sua opinião

    http://soporhojenoar.caster.fm/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado José..... to sintonizado na frequência!

      Excluir
  2. Lendo este post me lembrei da história de um casal que teve a casa destruída pelas chuvas e ficou à deriva preso apenas em um pedaço de madeira. Eles tinham muita fé e estavam certos de que Deus os ia salvar. A correnteza os levou até um sobrado onde um grupo de pessoas estava a salvo no telhado. Eles chamaram o casal para ficar ali com eles até aparecer o salvamento. E eles disseram: “Não, Deus vai nos salvar”. Mais adiante, eles se depararam com uma família em um bote com dois lugares. Eles também ofereceram ajuda, mas o casal disse “Não, Deus virá nos salvar”. Logo depois surgiu um helicóptero das forças de salvamento e eles novamente recusaram ajuda, dizendo “Deus virá nos salvar”. Em algumas horas, o casal não resistiu ao sol, à temperatura da água, ao esforço de ficar preso à madeira e morreu afogado. Diante de Deus reclamaram por não terem sido salvos. E Deus disse: “Meus filhos, eu mandei ajuda para vocês por três vezes e vocês disseram não. O que mais eu poderia fazer?”. É isso, precisamos ficar atentos aos sinais, muito embora, às vezes, eu ache que Deus, assim como Jesus, fala por parábolas e eu ainda não consigo entendê-lo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É bem isso Fernanda... perdemos muito tempo esperando milagres hollywoodianos, quando o maior milagre está bem na nossa frente.

      Excluir